CoreOS é a melhor opção para Docker

CoreOS é a melhor opção para Docker

O CoreOS Container Linux é o principal sistema operacional baseado em containers, projetado para ser gerenciado e executado em grande escala, com um mínimo de sobrecarga operacional no sistema host e com praticamente nenhum setup adicional.

Os aplicativos com o CoreOS Container Linux são executados em containers Docker ou rkt fornecendo ferramentas amigáveis ao desenvolvedor para a implantação de software.

O CoreOS Container Linux é executado em praticamente qualquer plataforma, seja ela física, virtual ou privada / pública. Está disponível nos principais provedores cloud como Google Cloud, AWS, Digital Ocean, Linode e Vultr.

CoreOS e Docker

Coreos e Docker

Os containers são fundamentais para o datacenter moderno. Para desenvolvedores nunca foi tão fácil enviar novas versões de aplicativos. Os containers se conectam facilmente ao Pipeline de CI / CD para criação, teste e implantação automatizados e com opções de auditoria.

Os containers são objetos portáteis e consistentes que podem ser transportados com segurança entre os ambientes, provedores, sistemas operacionais, etc. As ferramentas para realizar isso são baseadas em código aberto e também em padrões abertos como o moby e o containerd, oferecendo uma solução verdadeiramente neutra para o fornecedor.

Na Powertic nós realizamos dezenas de atualizações semanais nos containers do Mautic, WordPress, Nginx, Lets Encrypt, Traefik, Percona e outros.

Diferenciais do CoreOS

Os mecanismos de contêineres Docker e rkt são configurados imediatamente, prontos para executar seus aplicativos. Através do fluxo contínuo de atualizações, o Docker e o rkt são atualizados automática e continuamente com o sistema operacional.

O que seria o RKT?

O rkt é um mecanismo de contêiner de aplicativos desenvolvido para ambientes nativos de nuvem de produção modernos. Ele apresenta uma abordagem nativa do pod, um ambiente de execução conectável e uma área de superfície bem definida que o torna ideal para integração com outros sistemas.

Dentre os principais pontos do CoreOS podemos destacar:

Agilidade: A capacidade de atualizar de forma fácil e automática o software é a única maneira de melhorar a segurança da Internet.

Portabilidade: Os contêineres transformam os aplicativos em unidades integrais que podem migrar facilmente entre máquinas e entre provedores.

Segurança: O fluxo de trabalho atual focado em VMs vincula o sistema operacional diretamente aos aplicativos na caixa. Mover as dependências do sistema operacional para um contêiner reduz drasticamente a complexidade.

Vantagens do CoreOS

Aqui na Powertic já testamos diversos sistemas operacionais base para rodar nossos aplicativos com Docker e o CoreOS foi o que consumiu menos recursos e teve um melhor desempenho até mesmo em máquinas modestas com pouca memória e CPU.

O CoreOS também facilita a gestão da estrutura em si já que não possui pacotes e dispensa atualizações constantes.

É uma excelente opção para seus aplicativos Docker.

Um grande abraço!


Artigos Relacionados


Está gostando dos artigos do blog? Tem muito mais na Área de Membros do Patreon, onde adiciono diariamente conteúdo exclusivo, dicas de plugins, temas e notificações de segurança para assinantes por apenas $1 por mês. Acesse https://patreon.com/luizeof e assine para começar a receber o conteúdo por e-mail ou no app do Patreon.

Luiz Eduardo

Infra @ Powertic, Rails Developer, Maintainer do Mautic Docker e do Saelos Docker, Revisor da Tradução do Mautic, Administrador da Comunidade Mautic Brasil.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu